05 janeiro 2015

Crônica : O Canto dos Pássaros

  

 Olho para cima, ao meu redor , ainda não amanheceu, vejo que já está próximo e decido sentar-me em um banquinho de praça e ler o meu livro, o dia foi amanhecendo e as pessoas foram aparecendo então resolvo me levantar e sair. Olho da janela do apartamento e vejo pessoas preocupadas, isoladas, apressadas, me sinto em um mundo que não pode ser meu porque vivo nele, o mundo não é mais oque era antes, sem cor, sem vida, sem alegria, saio e vejo como está o dia, ensolarado.
   Oque as pessoas fazem aqui ?  Como será que se sentem ? Poque estão assim ?  Perguntas sem respostas me atormentam sem parar, pois vivo a minha vida o meu jeito independente de qualquer coisa. Logo algo retira a minha atenção do que me fazia pensar, era um canto de pássaro que tinha um canto tão belo que ali retirava a minha tristeza e dúvida que a tantos anos me perseguia, porque as pessoas se preocupam tanto com problemas ? Por que não sabem viver.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Página Anterior Próxima Página Home
Layout criado por;